CEREST-CG notifica em 2013 mais de 200 trabalhadores com acidente de trabalho grave

O Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador – CEREST – CG, órgão vinculado à Secretaria Municipal de Saúde de Campina Grande realizou em 2013 importante trabalho nos municípios de sua Macrorregião de Saúde. Ao longo do ano foram realizadas 75 inspeções em empresas e outros ambientes de trabalho; 1.439 atendimentos pelo Núcleo de Assistência; 2.456 atendimentos pela equipe multiprofissional. Além disto, foram notificados 89 trabalhadores com problemas de saúde decorrentes do uso de Material Biológico; 212 trabalhadores notificados com Acidente de Trabalho Grave e 82 trabalhadores notificados com LER/DORT. Texto: Francinete Silva (Assessoria de Imprensa do CEREST-CG)

MPT faz entrega de equipamentos de informática ao CEREST-CG

O procurador do Trabalho, Marcos Antônio Ferreira Almeida fez a entrega, oficialmente, na manhã desta terça-feira, 14/01/2013, ao Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador de Campina Grande – CEREST-CG, de equipamentos de informática para uso da unidade de saúde do trabalhador. Foram doados três notebooks marca Samsung e quatro impressoras Epson – L210, além de um data- show - HDMI. A diretora de Vigilância à Saúde da Secretaria Municipal de Saúde, Eliete Almeida esteve presente na solenidade da entrega dos equipamentos, que aconteceu no próprio CEREST. Na oportunidade, o procurador Marcos Antônio falou da satisfação em poder contribuir com o CEREST-CG no que diz respeito às ferramentas necessárias para os técnicos de segurança do órgão desenvolverem suas atividades plenamente. “Sabemos das dificuldades da unidade de saúde do trabalhador, portanto, temos a absoluta certeza de que estes equipamentos têm longa durabilidade e são importantes para o CEREST-CG e, consequentemente, irão contribuir para o desempenho das atividades dos técnicos com mais qualidade”, ressaltou o Procurador, lembrando que os equipamentos foram objetos de multas de Termos de Ajustamento de Condutas e outras ações trabalhistas. A coordenadora geral do Centro de Referência, Anna Karla Souto Maior, agradeceu, em nome da secretária municipal de saúde, Lúcia Derks, à doação dos equipamentos. “Somos gratos ao MPT, pois esta parceria tem sido importante para o CEREST”, disse. Texto: Francinete Silva - Da Assessoria de Imprensa do CEREST-CG

CEREST-CG realiza ação pioneira no Parque do Povo e identifica situação preocupante

O Maior São João do Mundo é um evento anual realizado pela Prefeitura de Campina Grande, no Estado da Paraíba, durante o mês de Junho. Trata-se de uma tradicional festa junina, reconhecida internacionalmente. Na cultura do Nordeste Brasileiro é típico comemorar o Dia de São João (24/06) com espetáculos, danças folclóricas, forró pé-de-serra e quadrilhas juninas. Desde a primeira edição, há 30 anos, o evento é realizado no Parque do Povo, que ao longo deste período recebeu várias mudanças em seu layout, de modo a oferecer mais espaço e organização de comercialização de alimentos, bebidas, artesanato e outros produtos, bem como acomodação às pessoas que frequentam o local da festa. Diante da importância e grandiosidade do evento, o Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador – CEREST/CG, órgão da Prefeitura de Campina Grande, vinculado à Secretaria Municipal de Saúde, realizou este ano, de forma pioneira, no Parque do Povo, durante os festejos juninos “O Maior São João do Mundo” ações de divulgação da Política Nacional de Saúde e Segurança do Trabalhador, preconizada pelo Ministério da Saúde e a Rede Nacional de Atenção à Saúde do Trabalhador - RENAST. Cerest-CG realiza ação pioneira no Parque do povo e identifica situação preocupante O trabalho foi realizado durante dez dias (colocar as datas) no período que compreendeu a festa junina, de 07 de junho a 07 de julho/2013, sendo que as ações foram iniciadas no dia de 10 junho e encerradas no dia 02 de julho/13, quando atingimos o maior número de entrevistas feitas com os barraqueiros, ambulantes, mototaxistas e taxistas instalados e/ou exercendo suas atividades no Parque do Povo e áreas circunvizinhas. Para executar as ações no Parque do Povo, o CEREST/CG contou com o apoio e participação de cerca de 40 técnicos da própria unidade de saúde do trabalhador, que foram divididos em equipes de, no máximo, oito pessoas por noite, com a supervisão dos Coordenadores da unidade de saúde do trabalhador. O referido trabalho incluiu a aplicação de dois questionários, sendo um para o dono do estabelecimento comercial (barraca e/ou quiosque) outro para o trabalhador, além da distribuição de um panfleto com a temática específica da festa junina e contendo informações sobre o CEREST/CG. Os técnicos também orientaram os trabalhadores quanto aos cuidados para evitar acidentes de trabalho. A ação no Parque do Povo teve como objetivo identificar os prováveis riscos ambientais que venham afetar a saúde e integridade física dos trabalhadores que desenvolvem suas atividades laborais naquela área durante o Maior São João do Mundo. A situação encontrada no espaço público será analisada pela equipe técnica da unidade de saúde e segurança do trabalhador, para consolidação de Relatório, o qual será entregue cópia às Secretárias Municipais responsáveis pela organização do evento e demais órgãos parceiros, visando adoção de medidas preventivas no local nos próximos eventos. Com este trabalho, o CEREST/CG pretende contribuir para garantir à segurança e integridade física dos trabalhadores que participam de uma forma ou de outra do evento mais importante do calendário turístico de nossa cidade. Durante as ações no Parque do Povo foram vistoriados 216 estabelecimentos (quiosques e barracas), de um total de 232, o que representa 93,1% de cobertura. As equipes do CEREST/CG constataram que, a grande maioria destes estabelecimentos não possui unidades extintoras, ou seja, 90.51% dos estabelecimentos, oferecendo total risco aos trabalhadores e aos visitantes do Parque do Povo, que se aglomeram à noite na área comercial provisória para curtir a festa junina. Segundo levantamento técnico desta unidade de saúde do trabalhador, apenas 22 estabelecimentos (barracas tamanho 10 X 10) possuiam extintores. Textoi; Assessoria de Imprensa CEREST-CG

Equipe técnica do CEREST-CG capacita profissionais de saúde de quatro municípios da Região do Cariri Paraibano

Dando prosseguimento à implantação das ações de saúde do trabalhador, preconizadas pelo Ministério da Saúde, o Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador – CEREST-CG, realizou nos dias 23 e 24 de setembro de 2013, na cidade de Boqueirão, Região do Cariri paraibano, a Oficina em Saúde do Trabalhador na Atenção Primária, para os profissionais do Programa Saúde da Família (PSF), Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Endemias dos municípios de Boqueirão, São Domingos do Cariri, Caturité e Cabaceiras. O evento, que reuniu 88 trabalhadores da área de saúde, entre eles: médicos, dentistas, enfermeiros, agentes comunitários de saúde e de endemias e auxiliares de enfermagem foi sediado na cidade de Boqueirão e contou com o apoio da Prefeitura local e das outras três Prefeituras participantes do processo de capacitação. A referida Oficina foi sediada no prédio onde funciona o CAPSI. A programação no primeiro dia, turno da manhã, seguiu o protocolo oficial, com formação de mesa e as respectivas falas dos representantes dos quatro Municípios: Boqueirão, Cabaceiras, Caturité e São Domingo do Cariri, além da coordenadora adjunta do CEREST-CG, Hellen Jacyara Duarte. Desfeita a mesa, os profissionais, após a apresentação individual de cada um, assistiram palestras sobre a Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora (PNST), Sistematização de Informação e Notificação (SINAN) e discussão sobre a Portaria número 104, de 25 de janeiro de 2011. As palestras proferidas pela assistente social Maria Gloriete da Silva Paulo e a enfermeira do trabalho Josélia Neves aconteceram simultaneamente em salas diferentes. Durante o turno da tarde do dia 24 os profissionais analisaram relato de casos, construíram propostas a apresentaram à platéia. No dia 25, turno da manhã, foi realizada a palestra sobre Direitos Previdenciários, com a assistente social Maria Gloriete, tema esta que gerou discussão e polêmica dada à importância e interesse desta temática pelos trabalhadores participantes da oficina. Posteriormente foi feito novamente estudo de outros casos e apresentação de propostas para as situações analisadas em grupo. Paralelamente a enfermeira do trabalho Josélia Neves se reuniu com representantes dos quatro municípios indicados para atuarem como referência matricial em Saúde do Trabalhador. Estes trabalhadores desenvolverão ações e atividades voltadas à capacitação técnica para os profissionais que não tiverem a oportunidade de participar da referida Oficina, além disto, os mesmos assumiram a responsabilidade de ser também referência em Saúde do Trabalhador em todas as situações. Texto: Assessoria de Imprensa CEREST-CG
SAIBA COMO AGIR EM CASO DE DOENÇA OU ACIDENTE DE TRABALHO Trabalhador empregado:  É responsabilidade do empregador comunicar ao INSS, através de Comunicação de Acidente do Trabalho (CAT), a doença ou acidente ocorrido no exercício profissional, nas primeiras 24 horas do conhecimento do fato, mesmo quando a situação não exigir afastamento do trabalho.  Podem emitir a CAT, na situação de recusa do empregador, o sindicato, o médico que atendeu, o acidentado ou familiar, ou qualquer autoridade pública. Todos os trabalhadores, incluindo desempregados ou aposentados:  Procure os serviços de saúde do SUS do município, o sindicato de sua categoria e/ou o CRST.  Estes locais devem registrar a ocorrência por meio do Sistema de Informações em Saúde do Trabalhador (SIST/RS), que permite a notificação compulsória dos acidentes e doenças relacionados ao trabalho. A notificação é um direito assegurado por lei e uma obrigação do empregador e do serviço de saúde que atende o trabalhador. É imprescindível, porém, que cada cidadão, trabalhador e sindicato exija a notificação do acidente ou doença, sem exceção. Notificar = Prevenir = Saúde = Qualidade de Vida
←  Anterior Proxima  → Inicio

CEREST/CG

R. Maestro Alcides Leão, 595, Bairro Santa Cruz (ao lado do INSS). Campina Grande, Paraíba, Brazil

Pesquisar este blog

Seguidores

Total de visualizações

LINKS ÚTEIS