quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

CEREST-CG atendeu quase 2 mil trabalhadores com problemas relacionados ao trabalho no período de 2013/2016

O Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador – CEREST-CG, desenvolveu ao longo da primeira Gestão do prefeito Romero Rodrigues, importantes serviços na área de promoção, prevenção, assistência e vigilância em Saúde do Trabalhador (ST). Foram atendidos pelo CEREST-CG, órgão vinculado à Secretaria Municipal de Saúde, 1.812 trabalhadores apresentando problemas relacionados a doenças e acidentes de trabalho. Entre os casos registrados na unidade de ST, são elencados acidentes graves com mutilação de membros superiores e com perfuro cortantes, bem como, doenças ocupacionais (LER/DORT, transtorno mental e intoxicação exógena, entre outras). Além disto, o Centro de Referência, que tem abrangência em 70 municípios, formando a 2ª Macrorregião de Saúde do Estado, notificou no referido período, 19 acidentes fatais envolvendo trabalhadores durante suas atividades laborais. O CEREST-CG, ao longo dos últimos quatro anos, realizou várias ações educativas, sendo 295 palestras, 15 eventos e 46 municípios capacitados, com ênfase em saúde do trabalhador. Por determinação do Ministério Público do Trabalho (MPT), Sindicatos de trabalhadores, Previdência Social e demandas espontâneas, a equipe técnica do órgão realizou 208 inspeções relacionadas a ambientes e processos de trabalho, com o objetivo de estabelecer nexo causal. Segundo o coordenador geral (interino) do órgão, Windsor Ramos da Silva Júnior, na Gestão do prefeito Romero Rodrigues, foi possível executar as ações em ST no âmbito da 2ª Macrorregião, uma vez que a Prefeitura local não mediu esforços no sentido de oferecer apoio logístico para consolidar o trabalho do CEREST-CG. Texto: Francinete Silva (9 8889-3017)

Prefeitura realiza domingo trilha ecológica

A Secretaria de Esporte, Juventude e Lazer da Prefeitura de Campina Grande (Sejel), em parceria com o grupo Trilheiros do Agreste, realizará no próximo domingo, 19, a Trilha Ecológica “Do Cafula”. A trilha acontecerá em Massaranduba e terá um percurso de oito quilômetros. Os trilheiros vão se concentrar no Parque da Criança, partindo para Massaranduba às 6h em ônibus ou veículos particulares. Os interessados em participar da Trilha Ecológica deverão procurar os pontos de apoio do Programa Mexe Campina, onde estão sendo feitas, gratuitamente, as inscrições. As Trilhas Ecológicas e as Caminhadas da Lua fazem parte do calendário esportivo da cidade, assim como as corridas de rua e outros eventos. O secretário de Esportes de Campina Grande, Teles Albuquerque, disse que esta é mais uma forma do “campinense se mexer”, prática que tem recebido, a cada dia, mais adeptos. Teles destacou que o programa “Mexe Campina”, o maior do Nordeste voltado para o estímulo à prática de atividade física e promoção à saúde, vem crescendo a cada dia. Atualmente são mais de 40 mil pessoas inscritas que se exercitam, diariamente, com todo o apoio da PMCG, no que diz respeito à construção e manutenção de espaços esportivos e o acompanhamento dos profissionais de educação física e da área médica O coordenador de Trilhas e Caminhadas disse que a Sejel disponibiliza hoje várias formas e tipos de esportes para que as pessoas possam escolher a modalidade que mais lhe agrada e, dessa forma, deixarem o sedentarismo. “Os programas esportivos da Prefeitura Municipal são um sucesso. Mas é importante lembrar que, isso só é possível, porque tem o apoio incondicional do prefeito Romero Rodrigues, que não mede esforços para proporcionar lazer, esporte e qualidade de vida à população campinense”, concluiu Lindoarte.

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Projeto do MPT e CEREST divulga informações das Normas Regulamentadoras em versos

O Projeto NRs em Cordel, feito em parceria com o Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador – CEREST-CG, vai oportunizar os trabalhadores e empregadores de um modo geral, a receberem informações em verso e poesia sobre os conteúdos das Normas Regulamentadoras. Ao todo são 36 NRs, com previsão de uma tiragem inicial de mil exemplares de cada uma. O projeto piloto foi lançado durante a inauguração do Centro de Referência de Reabilitação do Trabalhador (CERAST), em julho passado, quando foram impressos uma número limitado para doação aos procuradores do MPT presentes à solenidade e outras autoridades. De acordo com o coordenador geral (interino) do órgão, Windsor Ramos da Silva Júnior, os cordéis mesmo tendo sido apresentados ao público, houve necessidade de uma revisão técnica de seus conteúdos, quanto à atualização das legislações da referidas NRs, tendo sido providenciada por profissionais da áreas de literatura e de segurança do trabalho do Serviço Nacional da Indústria (SENAI). Os cordéis, que foram escritos pelo poeta/jornalista Rui Vieira, com design das capas de Júlio César, estão na gráfica para impressão, devendo os mesmos ficarem prontos para entrega ao Ministério Público do Trabalho até o final deste mês. As 36 NRs em verso e poesia serão distribuídas em uma caixa rústica de madeira ostentando o símbolo de um mão, chamando a atenção para a prevenção dos acidentes de trabalho. Texto: Francinete Silva

Conselheiros da CIST-CG discutem regulamentação do Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador

O Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador – CEREST-CG, sediou na tarde do dia 18/10, a terceira reunião ordinária da Comissão Intersetorial em Saúde do Trabalhador – CIST-CG. Na oportunidade, os conselheiros discutiram como prioridade, o processo de regulamentação do Centro de Referência, tendo em vista o mesmo ter sido implantado em 2004, no entanto, até o momento não foi inserido no organograma da Secretaria Municipal de Saúde. Em função desta pendência, segundo o coordenador geral (interino) do CEREST, Windsor Ramos da Silva Júnior, os técnicos do órgão estão impedidos de atuar como inspetores e fiscais de vigilância em saúde do trabalhador, prejudicando desta forma, as ações preconizadas pela Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora – PNST. Na reunião da CIST os conselheiros decidiram construir um instrumento legal, expondo a importância e a necessidade da regulamentação do órgão, a ser entregue ao prefeito Romero Rodrigues, através da coordenação da CIST, que tem como presidente a médica Berenice Ferreira Ramos. O documento, de acordo com a assistente social Maria Gloriete da Silva Paulo, conselheira da CIST represente da Secretaria Municipal de Saúde/CEREST, terá como embasamento as leis e decretos preconizados pelo Ministério da Saúde, o Código Sanitário do Município e a proposta aprovada na 7ª Conferência Municipal de Saúde de Campina Grande. Texto: Jornalista Francinete Silva (9 8889-3017) 18/10/2016

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Secretaria Municipal de Saúde é representada na CIST por dois profissionais do CEREST-CG A Coordenadora Geral do Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador – CEREST-CG, Anna Karla Souto Maior e a assistente social do referido órgão, Maria Gloriete da Silva Paulo, estão representando a Secretaria Municipal de Saúde na Comissão Intersetorial de Saúde do Trabalhador – CIST, reativada recentemente pelo Conselho Municipal de Saúde. Anna Karla e Maria Gloriete estão na CIST como titular e suplente, respectivamente, tendo sido empossadas no dia 09 do corrente mês pelo CMS. A primeira reunião ordinária da Comissão está prevista para esta terça, 30, às 14 horas, no auditório do Conselho, quando será discutida regulamentação do CEREST-CG. A CIST-CG, que tem representação de órgãos públicos, entidades dos trabalhadores, Patronal, Controle Social e instituições de ensino, foi criada através da Resolução número 07/12/2007. Tem como finalidade assessorar o CMS, na proposição de políticas, no estabelecimento de prioridades e no acompanhamento e avaliação das ações de saúde do trabalhador. Em 29/08/2016