Representantes da CTB vão entregar ao ministro Lupi documento pedindo realização de concurso público

Representantes da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – CTB e do Sindicato dos Comerciários de Campina Grande estarão entregando ao Ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, na manhã da próxima segunda-feira, 25/04, durante inauguração da nova sede do Ministério do Trabalho, localizada à Rua Ernane Lauritzen, centro de Campina Grande/PB, um documento reivindicando concurso público para auditor/fiscal do órgão, tendo em vista a necessidade urgente de contratação deste profissional.

De acordo com informações do secretário geral da CTB na Paraíba, José do Nascimento Coelho, dados oficiais mostram que atualmente o Ministério do Trabalho possui em seu quadro efetivo em todo o País apenas 2.994 auditores/fiscais, quando existe uma necessidade, de pelo menos, cinco mil profissionais, tendo em vista o crescimento das irregularidades trabalhistas, principalmente no ramo da construção civil, ‘fato este impulsionado com as obras do PAC, do governo federal, Minha Casa Minha Vida.

Estas irregularidades, que incluem a jornada excessiva de trabalho, o não uso dos equipamentos de proteção individual, o não registro da Carteira Profissional, baixos salários, enfim, a precarização da mão-de-obra destes trabalhadores, conforme Coelho, passaram de cinco mil para 16.600 entre o período de 2006 a 2010, só na área de construção civil, especialmente no item que diz respeito à segurança e a saúde dos trabalhadores.

Recentemente representantes da CTB estiveram visitando algumas cidades da Região do Cariri e do Compartimento da Borborema, no estado da Paraíba, onde estão instaladas grandes empresas nacionais, principalmente do ramo do comércio. Nestas cidades os sindicalistas se depararam com uma situação preocupante quanto aos direitos trabalhistas dos empregados, os quais não estão sendo respeitados, sendo o mais grave o não registro da Carteira Profissional .

“A CTB e os sindicatos filiados entendem que não basta à instalação de novas sedes do Ministério do Trabalho e sim, a realização de concurso público para contratação de mais auditores para fiscalizarem estas empresas, que estão descumprindo os direitos trabalhistas de seus empregados”, assinalou Coelho”.

Cerest/CG promoverá Seminário “ Dia Internacional e Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças Relacionadas ao Trabalho

* Joaquina de Araújo Amorim

 
O Centro de Referencia Regional em Saúde do Trabalhador de Campina Grande – Cerest/CG é um órgão da Prefeitura Municipal de Campina Grande vinculado à Secretaria Municipal de Saúde e tem como objetivo implantar e implementar a Política Nacional de Saúde e Segurança do Trabalhador da 2ª Macrorregião da Paraíba.

Dados estatísticos mostram que a Construção Civil é um dos ramos de atividade econômica que mais causa Acidentes de Trabalho com óbitos. No momento com o Plano de Desenvolvimento Econômico do País, onde está ocorrendo um crescimento significativo deste ramo, também temos observado este mesmo crescimento em relação ao número de acidentes e especialmente com óbitos de trabalhadores deste setor. Em Campina Grande, somente este ano já foram notificados e investigados quatro óbitos, isto sem considerarmos os demais Acidentes, o que ocasiona danos à saúde e conseqüências econômicas e sociais para o trabalhador e também para o empregador.

Nós, que fazemos o CEREST/CG, preocupados com esta situação e tendo a compreensão que é necessário realizarmos um trabalho de Promoção e Proteção em parceria com órgãos envolvidos com esta problemática, é que programamos o I Seminário de Proteção e Segurança do Trabalhador da Construção Civil da 2ª Macrorregião de Saúde da Paraíba para o Dia 28 de Abril, data esta alusiva ao “ Dia Internacional e Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças Relacionadas ao Trabalho”, que realizar-se-á no Auditório do Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador, no dia 28/04/11 a partir das 08:30hs.


                                                                                                             * Coordenadora do CEREST/CG

Como participar deste Seminário?



Imprima esta ficha de inscrição, preencha e encaminhe para o CEREST/CG através do telefone (83) 3335-7254.

MODELO DE FICHA DE INSCRIÇÃO  

I SEMINÁRIO DE PROTEÇÃO E SEGURANÇA DO TRABALHADOR DA CONSTRUÇÃO CIVIL DA 2ª MACRORREGIÃO DE SAÚDE DA PARAÍBA


DATA: 28 DE ABRIL/11 – LOCAL: CEREST CAMPINA GRANDE

Nome: ______________________________________________________________________________________

Profissão: _________________________________ Função que desempenha: ____________________________

Quanto tempo trabalha nesta empresa? ____________________________

Seguimento: Estudante ( ) Trabalhador ( )

Sindicato ( ) Empregador ( )

Outros ( )

Endereço: __________________________________________________ Bairro: _________________________

Cidade: _________________________________________ UF: _______________ Telefone: ________________

Fax: _____________________ E-mail: ___________________________________________________________



Local Trabalho: __________________________________________________ Fone / Fax: _________________

End. Trabalho: ________________________________________________________________________________



Escolaridade: ( ) 1º Grau ( ) 2º Grau ( ) Superior ( ) Completo ( ) Incompleto


Serviço de assistência à saúde e segurança do trabalhador completa dois anos beneficiando a comunidade de Lagoa Seca

(Postada em 03/04/2011)

Campina Grande/PB - O Serviço de Saúde e Segurança do Trabalhador – SESST de Lagoa Seca completou dois anos de funcionamento neste mês de março. A cidade é pioneira no interior da Paraíba na implantação do sistema, que é está vinculado ao Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador – CEREST de Campina Grande.

O objetivo do SESST, inicialmente, é fazer o acompanhamento da segurança e da saúde dos servidores municipais, sobre os acidentes ou doenças relacionadas ao trabalho que acontecem de forma inesperada e interfere, ou interrompe o processo normal de uma atividade, trazendo como conseqüência isolada, ou simultânea, a perda de tempo, dano material ou lesões ao homem. Posteriormente, ele também se dedicará aos demais trabalhadores do município.

Na manhã de ontem, os técnicos do Serviço realizaram o encerramento da formação dos auxiliares de serviços gerais da Secretaria de Saúde. O encontro foi realizado no auditório do posto de saúde Inácia Leal durante toda manhã. A capacitação serviu para que esses funcionários tenham conhecimento de como proceder em caso de acidente no trabalho e saibam reconhecer problemas de saúde relacionados ao tipo de atividade realizada em seu cotidiano. Também foram repassadas informações sobre o uso do material de trabalho adequado (luvas, botas, etc.) que devem ser utilizados por esses profissionais.

O técnico de enfermagem em Segurança do Trabalhador, Josivaldo Ferreira da Silva, explicou que a mesma capacitação já foi realizada com os médicos e enfermeiros que atuam na saúde do município, bem como para as demais secretarias. “Esse trabalho é uma exigência estabelecida pelo Ministério do Trabalho para que o serviço seja implantado no município, já capacitamos funcionários de outras secretarias também e hoje finalizamos mais uma etapa”, observou o técnico.

Lagoa Seca chegou ao processo final das ações que garantem que o serviço funcione de forma eficiente. Para tanto, nesses dois anos, uma série de medidas foram tomadas pela prefeitura municipal, através do prefeito Edvardo Herculano de Lima.

Segundo a coordenadora do Cerest/CG, Joaquina Amorim, a participação do gestor é fundamental para que as exigências estabelecidas pelo Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) do Ministério do Trabalho sejam cumpridas. “Edvardo teve uma grande iniciativa, quando nos procurou para que pudéssemos implantar esse serviço aqui, pois cabe ao gestor tomar iniciativa. A administração municipal de Lagoa Seca, não mediu esforços para que o trabalho chegasse com sucesso a sua etapa final, isso demonstra o respeito e a seriedade que o prefeito tem para com os trabalhadores do município”.

A prefeitura de Lagoa Seca realizou todas as exigências do Ministério do Trabalho, dentre elas: a organização de uma sede para o funcionamento do serviço com a infraestrutura física e pessoal contratado e capacitado. Também realizou capacitação para todos os servidores e implantou a insalubridade para os servidores que tinham direito, após mapeamento de risco realizado pelo Cerest e pela Vigilância do município, completando assim a finalização do processo de implantação do Sesst.

Em 2010 o serviço encerrou suas atividades com um saldo de 62 consultas realizadas pelo médico do trabalho, 08 relatos de acidente do trabalho, 56 exames admissionais e 04 mudanças de função.



Redação itaporanga.net com Ascom







←  Anterior Proxima  → Inicio

CEREST/CG

R. Maestro Alcides Leão, 595, Bairro Santa Cruz (ao lado do INSS). Campina Grande, Paraíba, Brazil

Pesquisar este blog

Seguidores

Total de visualizações

LINKS ÚTEIS