Milhares de crianças trablahm nas minas de ouro da Tanzânia

Milhares de crianças estão a trabalhar em minas de ouro na Tanzânia, ameaçando a sua vida, revela um relatório da 'Human Rights Watch.' Segundo a organização, crianças de oito anos chegam a perfurar jazidas, trabalhar 24 horas por dia e transportar pesadas cargas de ouro, além de estarem expostas ao mercúrio, que causa graves prejuízos à saúde. "Crianças tanzanianas são atraídas para as minas de ouro na esperança de uma vida melhor, mas acabam presas num ciclo de perigo e desespero sem fim", diz Janine Morna da Human Rights Watch. De acordo com a organização, que visitou 11 minas nas regiões de Geita, Shinyanga e Mbeya, muitas crianças que trabalham nas minas são órfãs e desprotegidas, sendo que as meninas são alvo de exploração sexual, arriscando-se a contrair doenças como o HIV. A Human Rights Watch sublinha que o fim da exploração infantil está consagrado na Declaração Universal dos Direitos Humanos e que o trabalho nas minas é apontado como um dos mais perigosos pelos acordos internacionais, também assinados pela Tanzânia. "A Tanzânia possui leis firmes que proíbem o trabalho infantil na mineração, mas o governo pouco fez para aplicá-las. Os inspetores precisam de visitar regularmente as minas e garantir que os empregadores sejam punidos pelo trabalho infantil", acrescenta. A Human Rights Watch apela, além do governo da Tanzânia, ao Banco Mundial e aos países doadores para contribuírem para o fim do trabalho infantil nas minas de ouro. Ler mais: http://expresso.sapo.pt/milhares-de-criancas-nas-minas-de-ouro-da-tanzania=f827806#ixzz2dMNMpzm4
←  Anterior Proxima  → Inicio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CEREST/CG

R. Maestro Alcides Leão, 595, Bairro Santa Cruz (ao lado do INSS). Campina Grande, Paraíba, Brazil

Pesquisar este blog

Seguidores

Total de visualizações

LINKS ÚTEIS